Prova da CAIXA (CEF) 2 - Questões e Simulados

Instruções


OBJETIVOS
Aprimorar os conhecimentos adquiridos durante os seus estudos, de forma a avaliar a sua aprendizagem, utilizando para isso as metodologias e critérios idênticos aos maiores e melhores concursos públicos do país.

PÚBLICO ALVO
Candidatos e/ou concursandos, que almejam aprovação no concurso da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (CEF) - Técnico Bancário, para nível médio.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS QUESTÕES
1. Português
2. Matemática
3. Ética Pública
4. Habilidades no Atendimento
5. História e Estatudo da Caixa
6. Legislação Específica - Caixa
7. Conhecimentos Bancários
8. Informática

60 questões

4 horas e 30 minutos

2.102 concurseiros já realizaram este simulado.

Texto 1: Utilize o texto abaixo para responder as questões de numero 1 a 3.

A “CRISE” DOS VALORES MORAIS.
 Fala-se hoje, em toda parte e no Brasil, numa “crise” dos valores morais. O sentimento dessa crise expressa-se na linguagem cotidiana, quando se lamenta o desaparecimento do dever-ser, do decoro e da compostura nos comportamentos dos indivíduos e na vida política, ao mesmo tempo em que os que assim julgam manifestam sua própria desorientação em face de normas e regras de conduta cujo sentido parece ter-se tornado opaco. Uma autora sueca, Sissela Bok, decidiu escrever um livro sobre a mentira, após ter verificado que, desde o século XVII, excetuando-se alguns momentos da literatura, do teatro e do cinema, reina o silêncio  quanto aos dilemas do dizer-a-verdade na vida privada e na vida pública. Sociólogos de linha durkheimiana, examinando o desamparo dos indivíduos nas escolhas morais, a presença de práticas e comportamentos violentos na sociedade e na política, a multiplicidade de atitudes transgressoras de valores e normas, falam em anomia, isto é, na desaparição do cimento afetivo que garante a interiorização do respeito às leis e às regras de uma comunidade.
         Na filosofia contemporânea a “crise” transparece na existência simultânea de três linhas principais de pensamento sobre a ética, resumidas por Agnes Heller: a niilista (baseada no relativismo historicista e na etnografia), que nega a existência de valores morais dotados de racionalidade e de universalidade; a universalista-racionalista (de origem iluminista), que afirma a existência de uma normatividade moral com valor universal porque   fundada na razão; e a pragmática, que considera que a democracia   liberal tem sido capaz de manter com suficiente sucesso os princípios morais da liberdade e da justiça no que tange às grandes   decisões sobre  a vida coletiva. Em nosso cotidiano, lembra A. Heller, somos bombardeados pelos três pontos de vista, ainda que se excluam reciprocamente, e sua presença simultânea constitui o sintoma do que chamamos de “crise”  dos valores morais.
 Alguns procuram nomear a “crise” dando-lhe o nome de pós-modernidade. A modernidade, nascida com a Ilustração, teria privilegiado o universal e a racionalidade; teria sido positivista e     tecnocêntrica, acreditado no progresso linear da civilização, na continuidade temporal da história, em verdades absolutas, no planejamento racional e duradouro da ordem social e política; e teria apostado na padronização dos conhecimentos e da produção econômica como sinais da universalidade. Em contrapartida, o pós-modernismo privilegiaria a heterogeneidade e a diferença como forças libertadoras da cultura; teria afirmado o pluralismo contra o   fetichismo da totalidade e enfatizado a fragmentação, a  indeterminação, a descontinuidade e a alteridade, recusando tanto as “metanarrativas”, isto é, filosofias e ciências com pretensão de  oferecer uma interpretação totalizante do real, quanto os mitos totalizadores, como o mito futurista da máquina, o mito comunista   do proletariado e o mito iluminista da ética racional e universal.
  Se a modernidade havia se caracterizado pela confiança iluminista na razão como força que libera o homem do medo causado pela ignorância e pela superstição, a pós-modernidade proclama a falência da razão para cumprir a promessa emancipatória e exibe sua força opressora sobre a natureza e sobre   os homens (...).

(1,0) 1 -

Lido o texto 1 na totalidade, é correto afirmar que Marilena Chauí:

a)

se refere à 'crise' como um fator positivo na história das sociedades, uma vez que impulsiona o progresso;

b)

exalta os sintomas da pós-modernidade, já que a racionalidade da Ilustração sufoca o homem e inibe sua criatividade;

c)

expõe o tema de forma neutra e refletida, e em nenhum momento toma partido no confronto entre modernidade e pós-modernidade;

d)

conclui que, com o fracasso do ideal iluminista de libertar o homem pela razão, a pós-modernidade passa a oprimi-lo;

e)

adota como princípio explicativo para a crise dos valores morais a linha niilista, segundo a classificação proposta por Agnes Heller.

(1,0) 2 -

As palavras ou expressões de cada um dos pares abaixo têm significados opostos na opção:

a)

padronização – heterogeneidade;

b)

racionalidade – Ilustração;

c)

pluralismo – fragmentação;

d)

progresso – continuidade;

e)

libertadoras – emancipatória.

(1,0) 3 -

Na passagem '...somos bombardeados pelos três pontos de vista, ainda que se excluam reciprocamente...', a relação semântica expressa pela locução sublinhada será alterada se ela for substituída por:

a)

contanto que;

b)

não obstante;

c)

se bem que;

d)

posto que;

e)

conquanto.

(1,0) 4 -

A alternativa em que o deslocamento do pronome oblíquo átono foi efetuado de acordo com as normas do padrão culto escrito do português é:

a) crise se expressa;
b) quando lamenta-se;
c) ter tornado-se;
d) se excetuando;
e) Se fala hoje.
(1,0) 5 -

Considere as frases abaixo.

I. ...... quem não o podia pegar o grito foi lançado.

II. Aludiam ...... uma imensa tela dourada os fios de sol que se cruzavam.

III. O resultado de seu trabalho foi comparado ...... luz da manhã.

Preenchem corretamente as lacunas, respectivamente:

a)

A - a - à

b)

A - a - a

c)

À - à - a

d)

A - à - à

e)

À - a - à

(1,0) 6 -

Hora e tanto já, e nada de peixe. Mas o gostoso era ficar assim na canoa, pensando na vida, imaginando coisas. Passada aquela eleição, ia sossegar. A política matava, acabava com a pessoa. Depois que se metera nela, nunca mais pudera ter uma semana de descanso. Escravo dos outros, do partido, do eleitorado. E os adversários não dormiam, os concorrentes vigiavam. Todos os dias, uma notícia má, nomeações que não saíam, chefes do interior que ameaçavam romper por causa de pedidos impossíveis... E ter de mentir, de prometer... - Doutor, doutor... agora é a peixa... é a peixa, sim... engasgava o Gerôncio. Ferra, doutor, ferra! (Mário Palmério: 'Vila dos Confins', 2003) Na fala de Gerôncio se encontra a palavra 'peixa', uma forma popular de flexão de gênero. Regularmente, essa flexão ocorre nas seguintes palavras:

a) gazela, janela e penta.
b) gazela, janela e penta.
c) bailarina, elefanta e tonta.
d) monstra, poeta e tamanduá.
e) boneca, mesa e onça.
(1,0) 7 -

A frase corretamente pontuada é:

a) Não se pode ignorar a evolução tecnológica, porém é importante perceber que a qualidade de vida do ser humano depende da existência de condições ambientais favoráveis.
b) Não se pode ignorar, a evolução tecnológica porém é importante, perceber que a qualidade de vida do ser humano depende da existência de condições ambientais favoráveis.
c) Não se pode, ignorar a evolução tecnológica porém, é importante perceber que a qualidade de vida do ser humano depende da existência de condições ambientais favoráveis.
d) Não se pode ignorar a evolução tecnológica porém é importante perceber, que a qualidade de vida do ser humano depende da existência, de condições ambientais favoráveis.
e) Não se pode ignorar a evolução tecnológica porém é importante perceber que, a qualidade de vida do ser humano depende, da existência de condições ambientais, favoráveis.
(1,0) 8 -

Foram enviadas quatro cartas para endereços diferentes, e, na hora de colocar cada uma no respectivo envelope, trocaram-se inadvertidamente as cartas. Qual a probabilidade de que nenhuma carta tenha afinal sido enviada para o endereço certo?

a)

3/8

b)

1/4

c)

31/12

d)

7/24

e)

5/12

(1,0) 9 -

Na compra de um Bem cujo valor à vista é de R$ 140,00, deve-se pagar uma entrada mais duas prestações de R$ 80,00 no fim dos próximos 2 meses. Considerando uma taxa de juros de 20% am, qual o valor da entrada?

a) 15,78
b) 16,78
c) 17,78
d) 18,78
e) 19,78
(1,0) 10 -

Um capital de R$ 50.000,00 rendeu R$ 1.000,00 em um determinado prazo. Se o prazo fosse dois meses maior, o rendimento aumentaria em R$ 2.060,40. Calcular a taxa de juros efetiva ao mês ganha pela aplicação.

a) 2% am
b) 2,5% am
c) 3% am
d) 3,5% am
e) Nenhuma das alternativas
(1,0) 11 -

Um investidor aplicou a quantia de R$ 20.000,00, à taxa de juros compostos de 10% a.m. Ao final de três meses, esse capital terá gerado o montante, em reais, de

a) 24.520,00
b) 25.420,00
c) 26.620,00
d) 27.820,00
e) 28.720,00
(1,0) 12 -

Com relação aos diferentes sistemas de amortização, analise as afirmativas a seguir: I. Segundo o Sistema de Amortização Constante, para um empréstimo de R$ 50.000,00, a ser amortizado em 25 vezes a uma taxa de juros de 5% ao mês, o valor acumulado das três primeiras prestações é de R$ 12.700,00. II. No Sistema Francês de Amortização as prestações são crescentes, com juros decrescentes. III. No Sistema Americano de Amortização, para um empréstimo de R$ 50.000,00, a ser amortizado em 25 vezes a uma taxa de juros de 5% ao mês, o valor acumulado das três primeiras prestações é de R$ 7.500,00. Assinale:

a) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
b) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
c) se somente a afirmativa III estiver correta.
d) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
e) se todas as afirmativas estiverem corretas.
(1,0) 13 -

De acordo com o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Municipal, aprovado pelo Decreto nº 13.319, de 20 de outubro de 1994, são deveres fundamentais do servidor público: I. abster-se de exercer as prerrogativas funcionais do cargo de forma contrária aos legítimos interesses dos usuários do serviço público; II. facilitar a fiscalização de todos os atos ou serviços por quem de direito; III. materializar os princípios éticos mediante a adequada prestação dos serviços públicos; IV. não omitir a verdade, ainda que contrária aos interesses da Administração; V. exigir de seus superiores hierárquicos as providências cabíveis relativas a ato ou fato contrário ao interesse público que tenha levado ao conhecimento deles. Estão corretas:

a)

penas as afirmativas I, III, IV e V.

b)

apenas as afirmativas II, III, IV e V.

c)

apenas as afirmativas I, II, IV e V.

d)

apenas as afirmativas I, II, IV.

e)

apenas as afirmativas II, III e IV.

(1,0) 14 -

A comissão de ética, ao apurar que um servidor público cometeu um delito ético, pode aplicar, no máximo, a pena de

a) censura.
b) demissão do servidor estável.
c) exoneração do servidor comissionado.
d) remoção do servidor.
e) suspensão dos vencimentos por um período não superior a trinta dias.
(1,0) 15 -

São regras de conduta que devem ser observadas pelas autoridades submetidas ao Código de Conduta da Alta Administração Federal: I. comunicar à Comissão de Ética Pública os atos de gestão de bens cujo valor possa ser substancialmente afetado por decisão ou política governamental da qual tenha prévio conhecimento em razão do cargo ou função. II. não participar de seminário ou congresso com despesas custeadas pelo promotor do evento, mesmo que este não tenha interesse em decisão a ser tomada pela autoridade. III. tornar pública sua participação em empresa que negocie com o Poder Público, quando essa participação for superior a cinco por cento do capital da empresa. IV. não receber favores de particulares, de forma a permitir situação que possa gerar dúvida sobre a sua probidade ou honorabilidade. Estão corretos os itens:

a) I, III e IV
b) II, III e IV
c) I, II e III
d) I, II e IV
e) I, II, III e IV

« anterior 1 2 3 4 próxima »

Marcadores

Prova da CAIXA (CEF) 2 - Questões e Simulados - Marcador Verde Favorita
Prova da CAIXA (CEF) 2 - Questões e Simulados - Marcador Azul Dúvida
Prova da CAIXA (CEF) 2 - Questões e Simulados - Marcador Amarelo Acompanhar
Prova da CAIXA (CEF) 2 - Questões e Simulados - Marcador Vermelho Polêmica
Prova da CAIXA (CEF) 2 - Questões e Simulados - Marcador Laranja  Prova da CAIXA (CEF) 2 - Questões e Simulados - Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
220.892 Concurseiros | 3.036 Simulados | 36.188 Questões | 9.783 Comentários

Copyright © Simulado Brasil Concurso - 2011 - 2014 - Todos os direitos reservados.

⇑ topo