Prova de Contabilidade Pública 1 - Questões e Simulados

Instruções


OBJETIVOS
Aprimorar os conhecimentos adquiridos durante os seus estudos, de forma a avaliar a sua aprendizagem, utilizando para isso as metodologias e critérios idênticos aos maiores e melhores concursos públicos do país.

PÚBLICO ALVO
Candidatos e/ou concursandos, que almejam aprovação em concursos públicos de nível médio ou superior.

SOBRE AS QUESTÕES
Este simulado contém questões inéditas e/ou questões das maiores bancas organizadoras do país, tanto para nível médio como superior da matéria de Contabilidade Pública. Auxiliando em sua aprovação no concurso público escolhido.

*CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS QUESTÕES
1.Apuração de Resultados
2.ARO - Antecipação de Receita Orçamentária
3.Ativos
4.Atos e Fatos Administrativos
5.Avaliação de Itens Patrimoniais
6.Balanço Financeiro
7.Balanço Orçamentário
8.Balanço Patrimonial
9.Bens de Uso Comum
10.BNDES
11.Campo de Aplicação
12.Capital Social
13.Classificação da Despesa
14.Classificação da Receita Pública
15.Conta Única do Tesouro Nacional
16.Contabilidade Aplicada ao Setor Público
17.Contabilidade Patrimonial
18.Contabilidade Pública - Geral
19.Créditos Adicionais
20.Decreto 93.872/1986 - Unificação dos Recursos de Caixa do Tesouro Nacional
21.Demonstração das Variações Patrimoniais
22.Demonstrações Contábeis
23.Depreciação
24.Despesas Públicas
25.Dívida Flutuante
26.Escrituração Contábil
27.Estágios da Despesa Pública
28.Estágios da Receita Pública
29.Estrutura Programática da Despesa Orçamentária
30.Execução orçamentária
31.FUNDEB
32.Inventário do Patrimônio Público
33.Lançamentos Contábeis
34.Lei 4.320/1964 - Estatui Normas Gerais de Direito Financeiro Para Elaboração e Controle de Orçamentos
35.LOA - Lei Orçamentária Anual
36.LRF - Lei Complementar 101/2000 - Lei de Responsabilidade Fiscal
37.Ministério do Orçamento e Gestão
38.Mutações Ativas e Passivas
39.Normas Brasileiras Aplicadas ao Setor Público
40.Objetos da Contabilidade Pública
41.Orçamento Público
42.Peculiaridades da Contabilidade Pública
43.Plano de Contas
44.Princípios Contábeis
45.Princípios Orçamentários
46.Receita Corrente Líquida
47.Receita Pública
48.Reconhecimento da Receita Pública
49.Regimes Contábeis
50.Registros Contábeis
51.Relatório de Gestão Fiscal
52.Restos a Pagar
53.Resultado
54.Resultado Nominal
55.Resultado Primário
56.Secretaria do Tesouro Nacional
57.SIAFI
58.Sistema de Compensação
59.Sistemas de Contas
60.Situação Patrimonial
61.Suprimento de Fundos
62.Tabela de Eventos
63.Transferência Voluntária
64.Tributação
65.Variações Ativas e Variações Passivas
* Nem todos os assuntos serão abordados neste simulado.

15 questões

0 horas e 45 minutos

430 concurseiros já realizaram este simulado.
(1,0) 1 -

Sobre contabilidade pública, analise:

I. Consideram-se serviços públicos o conjunto de atividades e bens que são exercícios ou colocados à disposição da coletividade, visando abranger e proporcionar o maior grau possível de bem-estar social ou da prosperidade pública.

II. O Poder Público reserva-se o direito de fiscalizar e também regulamentar os serviços, fixando unilateralmente o funcionamento, organização e forma de prestação de serviço. Se houver necessidade, essas atribuições podem ser modificadas pelo Estado, sempre que o interesse público o exigir, para melhor atendimento e adequação dos serviços, bem como pode também revogar a concessão, caso o concessionário não cumpra eficientemente a delegação concedida. O princípio da publicidade indica que a administração deve dispensar idêntico tratamento a todos os administrados que se encontrem na mesma situação jurídica.

III. A administração indireta ou descentralizada é aquela atividade administrativa, caracterizada como serviço público ou de interesse público, transferida ou deslocada do Estado, para outra entidade por ele criada, ou cuja criação é por ele autorizada.

IV. A contabilidade pública é um dos ramos mais complexos da ciência contábil e tem por objetivo captar, registrar, acumular, resumir e interpretar os fenômenos que afetam as situações orçamentárias, financeiras e patrimoniais das entidades com fins lucrativos

. Estão corretas apenas as afirmativas:

a)

I, II, III, IV

b)

I, II, III

c)

II, III, IV

d)

I, III, IV

e)

III, IV

(1,0) 2 -

Existem três modalidades de empenho. Assinale-as:

a)

Extraordinário, empenhado, por estimativa.

b)

Extraordinário, empenhado, geral.

c)

Ordinário ou normal, empenhado, global.

d)

Ordinário ou normal, por estimativa, global.

e)

Extraordinário, por estimativa, geral.

(1,0) 3 -

É a receita caracterizada pelo ingresso financeiro de caráter temporário na disponibilidade do estado para posterior devolução, sendo que a sua ocorrência provoca geralmente, o surgimento de passivos financeiros.” Tal afirmativa se refere:

a)

Receita patrimonial.

b)

Receita de transferências voluntárias.

c)

Receita de contribuições.

d)

Receita extraorçamentária.

e)

Receita orçamentária.

(1,0) 4 -

Assinale a opção correta, referente a conceitos de contabilidade pública.

a)

A contabilidade pública não pode ser definida com base no conceito geral da ciência contábil, uma vez que se presta a estudar e controlar apenas o patrimônio público.

b)

É por meio do orçamento público que a contabilidade pública evidencia perante a fazenda pública a situação de todos quantos, de qualquer modo, arrecadem receitas, efetuem despesas, administrem ou guardem bens a ela pertencentes ou confiados.

c)

A escrituração sintética das operações financeiras e patrimoniais efetua-se pelo método das partidas dobradas, mas, atualmente, pode-se empregar outro método que seja mais adequado à contabilidade pública, permitindo-se, em alguns casos, o registro do débito sem o crédito correspondente

d)

A contabilidade pública deve permitir o acompanhamento da execução orçamentária, o conhecimento da composição do patrimônio, a determinação de todos os custos industriais, o levantamento das demonstrações contábeis, a análise e interpretação dos resultados econômicos e financeiros e deverá evidenciar o montante dos créditos orçamentários vigentes.

e)

Para a definição da contabilidade pública é bastante o aspecto de que apenas tem por objeto o patrimônio público, da mesma forma que a contabilidade empresarial.

(1,0) 5 -

Em relação aos orçamentos públicos, assinale a opção correta.

a)

O plano plurianual (PPA) é composto do orçamento fiscal, de investimentos e da seguridade social.

b)

Os planos e programas nacionais, regionais e setoriais previstos na Constituição Federal de 1988 (CF) são elaborados em consonância com a lei de diretrizes orçamentárias e apreciados pelo Congresso Nacional.

c)

Os princípios orçamentários são premissas básicas de ação a serem observadas na elaboração da proposta orçamentária. Assim, sendo possível prever que haverá excesso de arrecadação, poderá a receita prevista ser superior à despesa fixada.

d)

A lei que instituir o plano plurianual deve estabelecer, em âmbito nacional, as diretrizes, objetivos e metas da administração pública federal para as despesas de capital e outras delas decorrentes e para as relativas aos programas de duração continuada.

e)

Não podem ser aplicadas aos projetos de leis orçamentárias todas as normas relativas ao processo legislativo previsto na CF para a elaboração de leis ordinárias.

(1,0) 6 -

Assinale a opção correta, relativa aos princípios orçamentários e ao processo orçamentário.

a)

Consoante o princípio da universalidade, a lei de orçamento deve consignar todas as dotações globais destinadas a atender indiferentemente a despesas de pessoal, material, serviços de terceiros, transferências ou quaisquer outras.

b)

Todas as receitas e despesas devem constar da lei de orçamento, o que representa o princípio da unidade.

c)

Todas as receitas e despesas devem constar da lei de diretrizes orçamentárias pelos seus totais, vedadas quaisquer deduções.

d)

Para a aprovação de emenda a um projeto de lei que modifique o orçamento, não pode o proponente da emenda indicar os recursos da fonte referente à anulação de despesa que estava prevista originalmente para o serviço da dívida.

e)

A lei do orçamento não pode conter autorização ao Poder Executivo para a abertura de créditos suplementares.

(1,0) 7 -

As despesas de capital incluem despesas com

a)

aluguel, aquisição de material permanente, aquisição de material de consumo.

b)

subvenções econômicas, realização de obras públicas, aquisição de material permanente.

c)

aquisição de imóveis já em utilização, aquisição de títulos representativos do capital de empresas de qualquer espécie, aumento do capital de entidades ou empresas que visem a objetivos comerciais.

d)

aquisição de instalações, energia e telefone.

e)

transferências recebidas e todas as despesas de custeio.

(1,0) 8 -

O orçamento da seguridade social compreende SOMENTE as despesas

a)

correntes da previdência social, assistência social e saúde.

b)

nas funções previdência social, saúde e educação.

c)

nas funções previdência básica, saúde e assistência social.

d)

correntes da saúde e previdência básica e de capital da assistência social.

e)

nas funções previdência social, assistência social e saúde.

(1,0) 9 -

O chefe do poder executivo pediu ao contador da prefeitura que fizesse um estudo sobre os gastos com a atenção básica da macrorregião de saúde a que o município pertence. Para isso, o contador deve consultar a classificação da despesa

a)

institucional.

b)

funcional.

c)

programática.

d)

econômica.

e)

por natureza.

(1,0) 10 -

Em relação à descentralização de créditos orçamentários na União, considere:

I. As classificações institucional e programática podem ser alteradas quando da ocorrência de descentralização de créditos orçamentários.

II. A provisão é a descentralização interna de créditos orçamentários, envolvendo unidades gestoras de um mesmo órgão.

III. O destaque é a descentralização externa de créditos orçamentários, envolvendo unidades gestoras de órgãos ou entidades de estrutura diferente.

IV. A descentralização de crédito externa dependerá de termo de cooperação, podendo ser realizada por meio da celebração de convênio.

Está correto o que se afirma SOMENTE em

a)

I e II.

b)

I, II e III.

c)

II e III.

d)

II, III e IV.

e)

II e IV.

(1,0) 11 -

De acordo com o Plano de Contas Aplicado ao Setor Público aprovado pela Secretaria do Tesouro Nacional, o registro contábil do cancelamento de inscrição de dívida ativa por previsão legal, envolve contas SOMENTE de natureza

a)

patrimonial.

b)

orçamentária.

c)

típica de controle.

d)

orçamentária e patrimonial.

e)

patrimonial e típica de controle.

(1,0) 12 -

Ao lançamento que é efetuado unilateralmente pela autoridade administrativa, portanto, sem intervenção do contribuinte, intitula-se:

a)

de ofício.

b)

misto.

c)

declaração.

d)

autolançamento.

e)

por homologação.

(1,0) 13 -

Considere os seguintes dados do Balanço Patrimonial do Exercício Anterior de um ente municipal: Ativo Financeiro R$ 1000,00; Passivo Financeiro R$ 800,00; Passivo total do exercício R$ 950,00; Saldo não utilizado de Crédito Especial, aberto no mês de agosto do exercício anterior R$ 50,00; Ativo Total R$ 1100,00.

O valor para abertura de crédito especial com base no superávit financeiro apurado em Balanço Patrimonial do exercício anterior será de, em R$,

a)

100,00.

b)

150,00.

c)

200,00.

d)

300,00.

e)

250,00.

(1,0) 14 -

Em relação ao Plano Plurianual, é correto afirmar que tem vigência de

a)

5 anos, iniciando no segundo exercício financeiro do mandato do chefe do executivo e terminando no segundo exercício financeiro do mandato subsequente.

b)

4 anos, iniciando no segundo exercício financeiro do mandato do chefe do executivo e terminando no primeiro exercício financeiro do mandato subsequente.

c)

5 anos, iniciando no primeiro exercício financeiro do mandato do chefe do executivo e terminando no primeiro exercício financeiro do mandato subsequente.

d)

4 anos, iniciando no primeiro exercício financeiro do mandato do chefe do executivo e terminando no último exercício financeiro do mesmo mandato.

e)

3 anos, iniciando no segundo exercício financeiro do mandato do chefe do executivo e e terminando no último exercício financeiro do mesmo mandato.

(1,0) 15 -

A proibição de inserir, na lei orçamentária, dotações globais destinadas a atender indiferentemente a despesas de pessoal, material, serviços de terceiros, decorre da aplicação do princípio orçamentário da

a)

objetividade.

b)

exclusividade.

c)

legalidade.

d)

clareza.

e)

especificação.

Marcadores

Prova de Contabilidade Pública 1 - Questões e Simulados - Marcador Verde Favorita
Prova de Contabilidade Pública 1 - Questões e Simulados - Marcador Azul Dúvida
Prova de Contabilidade Pública 1 - Questões e Simulados - Marcador Amarelo Acompanhar
Prova de Contabilidade Pública 1 - Questões e Simulados - Marcador Vermelho Polêmica
Prova de Contabilidade Pública 1 - Questões e Simulados - Marcador Laranja  Prova de Contabilidade Pública 1 - Questões e Simulados - Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
235.182 Concurseiros | 3.071 Simulados | 36.511 Questões | 10.068 Comentários

Copyright © Simulado Brasil Concurso - 2011 - 2014 - Todos os direitos reservados.

⇑ topo