Simulados de Concursos > Simulado ENEM - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Instruções


OBJETIVOS

Aprimorar os conhecimentos adquiridos durante os seus estudos, de forma a avaliar a sua aprendizagem, utilizando para isso as metodologias e critérios idênticos aos maiores e melhores concursos públicos do país, através de simulados, provas e questões de concursos.

PÚBLICO ALVO

Candidatos e/ou concursandos, que almejam aprovação em concursos públicos de nível Médio do concurso ENEM.

SOBRE AS QUESTÕES

Este simulado contém questões da banca INEP, para nível Médio do cargo de Diversos. Auxiliando em sua aprovação no concurso público escolhido. Utilizamos provas de concursos anteriores, conforme editais mais recentes ENEM.

*Conteúdo Programático do Simulado de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do concurso ENEM.

Língua Portuguesa

* Nem todos os assuntos serão abordados neste simulado de prova e questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.
(1,0) 1 -

      Apesar de muitas crianças e adolescentes terem a Barbie como um exemplo de beleza, um infográfico feito pelo site Rehabs.com comprovou que, caso uma mulher tivesse as medidas da boneca de plástico, ela nem estaria viva.

      Não é exatamente uma novidade que as proporções da boneca mais famosa do mundo são absurdas para o mundo real. Ativistas que lutam pela construção de uma autoimagem mais saudável, pesquisadores de distúrbios alimentares e pessoas que se preocupam com o impacto da indústria cultural na psique humana apontam, há anos, a influência de modelos como a Barbie na distorção do corpo feminino.


      Pescoço

 

    Com um pescoço duas vezes mais longo e 15 centímetros mais fino do que o de uma mulher, a Barbie seria incapaz de manter sua cabeça levantada.

 

      Cintura

 

      Com uma cintura de 40 centímetros (menor do que a sua cabeça), a Barbie da vida real só teria espaço em seu corpo para acomodar metade de um rim e alguns centímetros de intestino.

 

      Quadril

 

      O índice que mede a relação entre a cintura e o quadril da Barbie é de 0,56, o que significa que a medida da sua cintura representa 56% da circunferência de seu quadril. Esse mesmo índice, em uma mulher americana média, é de 0,8.

                                                        Disponível em: http://oglobo.globo.com. Acesso em: 2 maio 2015.

 

Ao abordar as possíveis influências da indústria de brinquedos sobre a representação do corpo feminino, o texto analisa a

a)

noção de beleza globalizada veiculada pela indústria cultural.

b)

influência da mídia para a adoção de um estilo de vida salutar pelas mulheres.

c)

relação entre a alimentação saudável e o padrão de corpo instituído pela boneca.

d)

proporcionalidade entre a representação do corpo da boneca e a do corpo humano.

e)

influência mercadológica na construção de uma autoimagem positiva do corpo feminino. 

(1,0) 2 -

                                             Nuances

 

      Euforia: alegria barulhenta. Felicidade: alegria silenciosa.

      Gravar: quando o ator é de televisão. Filmar: quando ele quer deixar claro que não é de televisão.

      Grávida: em qualquer ocasião. Gestante: em filas e assentos preferenciais.

      Guardar: na gaveta. Salvar: no computador. Salvaguardar: no Exército.

      Menta: no sorvete, na bala ou no xarope. Hortelã: na horta ou no suco de abacaxi.

      Peça: quando você vai assistir. Espetáculo: quando você está em cartaz com ele.

                                                              DUVIVIER, G. Folha de S. Paulo, 24 mar. 2014 (adaptado).

 

O texto trata da diferença de sentido entre vocábulos muito próximos. Essa diferença é apresentada considerando-se a(s)

a)

alternâncias na sonoridade.

b)

adequação às situações de uso.

c)

marcação flexional das palavras. 

d)

grafia na norma-padrão da língua. 

e)

categorias gramaticais das palavras.

(1,0) 3 -

                            

 

Campanhas publicitárias podem evidenciar problemas sociais. O cartaz tem como finalidade

a)

alertar os homens agressores sobre as consequências de seus atos.

b)

conscientizar a população sobre a necessidade de denunciar a violência doméstica.

c)

instruir as mulheres sobre o que fazer em casos de agressão.

d)

despertar nas crianças a capacidade de reconhecer atos de violência doméstica.

e)

exigir das autoridades ações preventivas contra a violência doméstica.

(1,0) 4 -

TEXTO I

 

      Fundamentam-se as regras da Gramática Normativa nas obras dos grandes escritores, em cuja linguagem as classes ilustradas põem o seu ideal de perfeição, porque nela é que se espelha o que o uso idiomático estabilizou e consagrou.

      LIMA, C. H. R. Gramática normativa da língua portuguesa. Rio de Janeiro: José Olympio, 1989.

 

TEXTO II

 

      Gosto de dizer. Direi melhor: gosto de palavrar. As palavras são para mim corpos tocáveis, sereias visíveis, sensualidades incorporadas. Talvez porque a sensualidade real não tem para mim interesse de nenhuma espécie — nem sequer mental ou de sonho —, transmudou-se-me o desejo para aquilo que em mim cria ritmos verbais, ou os escuta de outros. Estremeço se dizem bem. Tal página de Fialho, tal página de Chateaubriand, fazem formigar toda a minha vida em todas as veias, fazem-me raivar tremulamente quieto de um prazer inatingível que estou tendo. Tal página, até, de Vieira, na sua fria perfeição de engenharia sintáctica, me faz tremer como um ramo ao vento, num delírio passivo de coisa movida.

                                              PESSOA, F. O livro do desassossego. São Paulo: Brasiliense, 1986.

 

A linguagem cumpre diferentes funções no processo de comunicação. A função que predomina nos textos I e II

a)

destaca o “como” se elabora a mensagem, considerando-se a seleção, combinação e sonoridade do texto.

b)

coloca o foco no “com o quê” se constrói a mensagem, sendo o código utilizado o seu próprio objeto.

c)

focaliza o “quem” produz a mensagem, mostrando seu posicionamento e suas impressões pessoais.

d)

orienta-se no “para quem” se dirige a mensagem, estimulando a mudança de seu comportamento.

e)

enfatiza sobre “o quê” versa a mensagem, apresentada com palavras precisas e objetivas.

(1,0) 5 -

                                          Contranarciso

 

                                          em mim

                                          eu vejo o outro

                                          e outro

                                          e outro

                                          enfim dezenas

                                          trens passando

                                          vagões cheios de gente

                                          centenas 

 

                                          o outro

                                          que há em mim

                                          é você

                                          você

                                          e você

 

                                          assim como

                                          eu estou em você

                                          eu estou nele

                                          em nós

                                          e só quando

                                          estamos em nós

                                          estamos em paz

                                          mesmo que estejamos a sós

                                                  LEMINSKI, P. Toda poesia. São Paulo: Cia. das Letras, 2013.

 

A busca pela identidade constitui uma faceta da tradição literária, redimensionada pelo olhar contemporâneo. No poema, essa nova dimensão revela a

a)

ausência de traços identitários.

b)

angústia com a solidão em público.

c)

valorização da descoberta do “eu” autêntico.

d)

percepção da empatia como fator de autoconhecimento.

e)

impossibilidade de vivenciar experiências de pertencimento.

(1,0) 6 -

      No esporte-participação ou esporte popular, a manifestação ocorre no princípio do prazer lúdico, que tem como finalidade o bem-estar social dos seus praticantes. Está associado intimamente com o lazer e o tempo livre e ocorre em espaços não comprometidos com o tempo e fora das obrigações da vida diária. Tem como propósitos a descontração, a diversão, o desenvolvimento pessoal e o relacionamento com as pessoas. Pode-se afirmar que o esporte-participação, por ser a dimensão social do esporte mais inter-relacionada com os caminhos democráticos, equilibra o quadro de desigualdades de oportunidades esportivas encontrado na dimensão esporte-performance. Enquanto o esporte-performance só permite sucesso aos talentos ou àqueles que tiveram condições, o esporte-participação favorece o prazer a todos que dele desejarem tomar parte.

GODTSFRIEDT, J. Esporte e sua relação com a sociedade: uma síntese bibliográfica. EFDeportes, n. 142, mar. 2010.

 

O sentido de esporte-participação construído no texto está fundamentalmente presente

a)

nos Jogos Olímpicos, uma vez que reúnem diversos países na disputa de diferentes modalidades esportivas.

b)

nas competições de esportes individuais, uma vez que o sucesso de um indivíduo incentiva a participação dos demais. 

c)

nos campeonatos oficiais de futebol, regionais e nacionais, por se tratar de uma modalidade esportiva muito popular no país.

d)

nas competições promovidas pelas federações e confederações, cujo objetivo é a formação e a descoberta de talentos.

e)

nas modalidades esportivas adaptadas, cujo objetivo é o maior engajamento dos cidadãos. 

(1,0) 7 -

      Segundo quadro

 

      Uma sala da prefeitura. O ambiente é modesto. Durante a mutação, ouve-se um dobrado e vivas a Odorico, “viva o prefeito” etc. Estão em cena Dorotéa, Juju, Dirceu, Dulcinéa, o vigário e Odorico. Este último, à janela, discursa.

 

      ODORICO — Povo sucupirano! Agoramente já investido no cargo de Prefeito, aqui estou para receber a confirmação, a ratificação, a autenticação e por que não dizer a sagração do povo que me elegeu.

 

      Aplausos vêm de fora.

 

      ODORICO — Eu prometi que o meu primeiro ato como prefeito seria ordenar a construção do cemitério.

 

      Aplausos, aos quais se incorporam as personagens em cena.

 

      ODORICO — (Continuando o discurso:) Botando de lado os entretantos e partindo pros finalmente, é uma alegria poder anunciar que prafrentemente vocês já poderão morrer descansados, tranquilos e desconstrangidos, na certeza de que vão ser sepultados aqui mesmo, nesta terra morna e cheirosa de Sucupira. E quem votou em mim, basta dizer isso ao padre na hora da extrema-unção, que tem enterro e cova de graça, conforme o prometido.

                                                            GOMES, D. O bem amado. Rio de Janeiro: Ediouro, 2012.

 

O gênero peça teatral tem o entretenimento como uma de suas funções. Outra função relevante do gênero, explícita nesse trecho de O bem amado, é

a)

criticar satiricamente o comportamento de pessoas públicas.

b)

denunciar a escassez de recursos públicos nas prefeituras do interior.

c)

censurar a falta de domínio da língua padrão em eventos sociais.

d)

despertar a preocupação da plateia com a expectativa de vida dos cidadãos.

e)

questionar o apoio irrestrito de agentes públicos aos gestores governamentais.

(1,0) 8 -

      João/Zero (Wagner Moura) é um cientista genial, mas infeliz porque há 20 anos atrás foi humilhado publicamente durante uma festa e perdeu Helena (Alinne Moraes), uma antiga e eterna paixão. Certo dia, uma experiência com um de seus inventos permite que ele faça uma viagem no tempo, retornando para aquela época e podendo interferir no seu destino. Mas quando ele retorna, descobre que sua vida mudou totalmente e agora precisa encontrar um jeito de mudar essa história, nem que para isso tenha que voltar novamente ao passado. Será que ele conseguirá acertar as coisas?

Disponível em: http://adorocinema.com. Acesso em: 4 out. 2011.

 

Qual aspecto da organização gramatical atualiza os eventos apresentados na resenha, contribuindo para despertar o interesse do leitor pelo filme?

a)

O emprego do verbo haver, em vez de ter, em “há 20 anos atrás foi humilhado”.

b)

A descrição dos fatos com verbos no presente do indicativo, como “retorna” e “descobre”.

c)

A repetição do emprego da conjunção “mas” para contrapor ideias.

d)

A finalização do texto com a frase de efeito “Será que ele conseguirá acertar as coisas?”.

e)

O uso do pronome de terceira pessoa “ele” ao longo do texto para fazer referência ao protagonista “João/Zero”.

(1,0) 9 -

                             

 

Os textos publicitários são produzidos para cumprir determinadas funções comunicativas. Os objetivos desse cartaz estão voltados para a conscientização dos brasileiros sobre a necessidade de

a)

as crianças frequentarem a escola regularmente.

b)

a formação leitora começar na infância. 

c)

a alfabetização acontecer na idade certa.

d)

a literatura ter o seu mercado consumidor ampliado. 

e)

as escolas desenvolverem campanhas a favor da leitura.

(1,0) 10 -

                                    Aí pelas três da tarde

 

      Nesta sala atulhada de mesas, máquinas e papéis, onde invejáveis escreventes dividiram entre si o bom-senso do mundo, aplicando-se em ideias claras apesar do ruído e do mormaço, seguros ao se pronunciarem sobre problemas que afligem o homem moderno (espécie da qual você, milenarmente cansado, talvez se sinta um tanto excluído), largue tudo de repente sob os olhares a sua volta, componha uma cara de louco quieto e perigoso, faça os gestos mais calmos quanto os tais escribas mais severos, dê um largo “ciao” ao trabalho do dia, assim como quem se despede da vida, e surpreenda pouco mais tarde, com sua presença em hora tão insólita, os que estiveram em casa ocupados na limpeza dos armários, que você não sabia antes como era conduzida. Convém não responder aos olhares interrogativos, deixando crescer, por instantes, a intensa expectativa que se instala. Mas não exagere na medida e suba sem demora ao quarto, libertando aí os pés das meias e dos sapatos, tirando a roupa do corpo como se retirasse a importância das coisas, pondo-se enfim em vestes mínimas, quem sabe até em pelo, mas sem ferir o decoro (o seu decoro, está claro), e aceitando ao mesmo tempo, como boa verdade provisória, toda mudança de comportamento.

                                              NASSAR, R. Menina a caminho. São Paulo: Cia. das Letras, 1997.

 

Em textos de diferentes gêneros, algumas estratégias argumentativas referem-se a recursos linguístico-discursivos mobilizados para envolver o leitor. No texto, caracteriza-se como estratégia de envolvimento a

a)

prescrição de comportamentos, como em: “[...] largue tudo de repente sob os olhares a sua volta [...]".

b)

apresentação de contraposição, como em: “Mas não exagere na medida e suba sem demora ao quarto [...]”.

c)

explicitação do interlocutor, como em: “[...] (espécie da qual você, milenarmente cansado, talvez se sinta um tanto excluído) [...]”.

d)

descrição do espaço, como em: “Nesta sala atulhada de mesas, máquinas e papéis, onde invejáveis escreventes dividiram entre si o bom-senso do mundo [...]”.

e)

construção de comparações, como em: “[...] libertando aí os pés das meias e dos sapatos, tirando a roupa do corpo como se retirasse a importância das coisas [...]”.

Marcadores

Simulado ENEM - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Marcador Verde Favorita
Simulado ENEM - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Marcador Azul Dúvida
Simulado ENEM - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Marcador Amarelo Acompanhar
Simulado ENEM - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Marcador Vermelho Polêmica
Simulado ENEM - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Marcador Laranja  Simulado ENEM - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
494.892 Alunos | 3.942 Simulados | 44.532 Questões | 12.813 Comentários

Copyright © Simulado Brasil Concurso - 2011 - 2018 - Todos os direitos reservados.

⇑ topo