Início > Questões de Concursos, OAB e ENEM

  
  
  
    
  
  
435 questões encontradas.
Cód: 25728  Prova: ENEM   Banca: INEP   Matéria: Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM)
Dificuldade: Dificil   Vezes Respondidas: 3   Acertos: 66.67%   Faça o login para ver suas estastísticas Difícil

Os sintomas mais sérios da Gripe A, causada pelo vírus H1N1, foram apresentados por pessoas mais idosas e por gestantes. O motivo aparente é a menor imunidade desses grupos contra o vírus. Para aumentar a imunidade populacional relativa ao vírus da gripe A, o governo brasileiro distribuiu vacinas para os grupos mais suscetíveis. 

A vacina contra o H1N1, assim como qualquer outra vacina contra agentes causadores de doenças infecto- contagiosas, aumenta a imunidade das pessoas porque 

a)

possui anticorpos contra o agente causador da doença.

b)

possui proteínas que eliminam o agente causador da doença.

c)

estimula a produção de glóbulos vermelhos pela medula óssea.

d)

possui linfócitos B e T que neutralizam o agente causador da doença.

e)

estimula a produção de anticorpos contra o agente causador da doença.


Responder
Marcar questão para impressão. Notificar Erro
Cód: 25727  Prova: ENEM   Banca: INEP   Matéria: Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM)
Dificuldade: Média   Vezes Respondidas: 0   Acertos: 0.00%   Faça o login para ver suas estastísticas Médio

Um instituto de pesquisa norte-americano divulgou recentemente ter criado uma “célula sintética” , uma bactéria chamada de Mycoplasma mycoides. Os pesquisadores montaram uma sequência de nucleotídeos, que formam o único cromossomo dessa bactéria, o qual foi introduzido em outra espécie de bactéria, a Mycoplasma capricolum. Após a introdução, o cromossomo da M. capricolum foi neutralizado e o cromossomo artificial da M. mycoidescomeçou a gerenciar a célula, produzindo suas proteínas. GILBSON e t al. Creation o f a Bacterial Cell Controlled by a Chemically synthesized Genome. Science v. 329, 2010 (adaptado). 

A importância dessa inovação tecnológica para a comunidade científica se deve à

a)

possibilidade de sequenciar os genomas de bactérias para serem usados como receptoras de cromossomos artificiais.

b)

capacidade de criação, pela ciência, de novas formas de vida, utilizando substâncias como carboidratos e lipídios.

c)

possibilidade de produção em massa da bactéria Mycoplasma capricolum para sua distribuição em ambientes naturais.

d)

possibilidade de programar geneticamente microrganismos ou seres mais complexos para produzir medicamentos, vacinas e combustíveis.

e)

capacidade da bactéria Mycoplasma capricolum de expressar suas proteínas na bactéria sintética e estas serem usadas na indústria.


Responder
Marcar questão para impressão. Notificar Erro
Cód: 25726  Prova: ENEM   Banca: INEP   Matéria: Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM)
Dificuldade: Média   Vezes Respondidas: 1   Acertos: 0.00%   Faça o login para ver suas estastísticas Médio

Em 1999, a geneticista Emma Whitelaw desenvolveu um experimento no qual ratas prenhes foram submetidas a uma dieta rica em vitamina B12, ácido fólico e soja. Os filhotes dessas ratas, apesar de possuírem o gene para obesidade, não expressaram essa doença na fase adulta. A autora concluiu que a alimentação da mãe, durante a gestação, silenciou o gene da obesidade. Dez anos depois, as geneticistas Eva Jablonka e Gal Raz listaram 100 casos comprovados de traços adquiridos e transmitidos entre gerações de organismos, sustentando, assim, a epigenética, que estuda as mudanças na atividade dos genes que não envolvem alterações na sequência do DNA. 
A reabilitação do herege. Época, n° 610, 2010 (adaptado). 

Alguns cânceres esporádicos representam exemplos de alteração epigenética, pois são ocasionados por

a)

aneuploidia do cromossomo sexual X.

b)

polipoidia dos cromossomos autossômicos.

c)

mutação em genes autossômicos com expressão dominante.

d)

substituição no gene da cadeia beta da hemoglobina.

e)

inativação de genes por meio de modificações nas bases nitrogenadas.


Responder
Marcar questão para impressão. Notificar Erro
Cód: 25725  Prova: ENEM   Banca: INEP   Matéria: Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM)
Dificuldade: Média   Vezes Respondidas: 0   Acertos: 0.00%   Faça o login para ver suas estastísticas Médio

Nos dias de hoje, podemos dizer que praticamente todos os seres humanos já ouviram em algum momento falar sobre o DNA e seu papel na hereditariedade da maioria dos organismos. Porém, foi apenas em 1952, um ano antes da descrição do modelo do DNA em dupla hélice por Watson e Crick, que foi confirmado sem sombra de dúvidas que o DNA é material genético. No artigo em que Watson e Crick descreveram a molécula de DNA, eles sugeriram um modelo de como essa molécula deveria se replicar. Em 1958, Meselson e Stahl realizaram experimentos utilizando isótopos pesados de nitrogênio que foram incorporados às bases nitrogenadas para avaliar como se daria a replicação da molécula. A partir dos resultados, confirmaram o modelo sugerido por Watson e Crick, que tinha como premissa básica o rompimento das pontes de hidrogênio entre as bases nitrogenadas. 
GRIFFITHS, A. J. F. e t al. Introdução à Genética. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. 

Considerando a estrutura da molécula de DNA e a posição das pontes de hidrogênio na mesma, os experimentos realizados por Meselson e Stahl a respeito da replicação dessa molécula levaram à conclusão de que

a)

a replicação do DNA é conservativa, isto é, a fita dupla filha é recém-sintetizada e o filamento parental é conservado.

b)

a replicação de DNA é dispersiva, isto é, as fitas filhas contêm DNA recém-sintetizado e parentais em cada uma das fitas.

c)

a replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita parental e uma recém-sintetizada.

d)

a replicação do DNA é conservativa, isto é, as fitas filhas consistem de moléculas de DNA parental.

e)

a replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita molde e uma fita codificadora.


Responder
Marcar questão para impressão. Notificar Erro
Cód: 25724  Prova: ENEM   Banca: INEP   Matéria: Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM)
Dificuldade: Média   Vezes Respondidas: 0   Acertos: 0.00%   Faça o login para ver suas estastísticas Médio

A cal (óxido de cálcio, CaO), cuja suspensão em água é muito usada como uma tinta de baixo custo, dá uma tonalidade branca aos troncos de árvores. Essa é uma prática muito comum em praças públicas e locais privados, geralmente usada para combater a proliferação de parasitas. Essa aplicação, também chamada de caiação, gera um problema: elimina microrganismos benéficos para a árvore. 
Disponível em: http://super.abril.com.br. Acesso em: 1 abr. 2010 (adaptado). 

A destruição do microambiente, no tronco de árvores pintadas com cal, é devida ao processo de

a)

difusão, pois a cal se difunde nos corpos dos seres do microambiente e os intoxica.

b)

osmose, pois a cal retira água do microambiente, tornando-o inviável ao desenvolvimento de microrganismos.

c)

oxidação, pois a luz solar que incide sobre o tronco ativa fotoquimicamente a cal, que elimina os seres vivos do microambiente.

d)

aquecimento, pois a luz do Sol incide sobre o tronco e aquece a cal, que mata os seres vivos do microambiente.

e)

vaporização, pois a cal facilita a volatilização da água para a atmosfera, eliminando os seres vivos do microambiente.


Responder
Marcar questão para impressão. Notificar Erro

« anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 1086 87 próxima »

398.156 Alunos | 3.344 Simulados | 39.112 Questões | 11.953 Comentários

Copyright © Simulado Brasil Concurso - 2011 - 2017 - Todos os direitos reservados.

⇑ topo