Simulados de Concursos > Prova ENEM - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 - Questões e Simulados

Instruções


OBJETIVOS

Aprimorar os conhecimentos adquiridos durante os seus estudos, de forma a avaliar a sua aprendizagem, utilizando para isso as metodologias e critérios idênticos aos maiores e melhores concursos públicos do país, através de simulados, provas e questões de concursos.

PÚBLICO ALVO

Candidatos e/ou concursandos, que almejam aprovação em concursos públicos de nível Médio do concurso ENEM.

SOBRE AS QUESTÕES

Este simulado contém questões da banca INEP, para nível Médio do cargo de Diversos. Auxiliando em sua aprovação no concurso público escolhido. Utilizamos provas de concursos anteriores, conforme editais mais recentes ENEM.

*CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA-SIMULADO- QUESTÕES de Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 do concurso ENEM.

1. Questões de Moléculas, células e tecidos \u2013 Estrutura e fisiologia celular: membrana, citoplasma e núcleo.
2. Questões de Divisão celular.
3. Questões de Aspectos bioquímicos das estruturas celulares.
4. Questões de Aspectos gerais do metabolismo celular.
5. Questões de Metabolismo energético: fotossíntese e respiração.
6. Questões de Codificação da informação genética.
7. Questões de Síntese protéica.
8. Questões de Diferenciação celular.
9. Questões de Principais tecidos animais e vegetais.
10. Questões de Origem e evolução das células.
11. Questões de Noções sobre células-tronco, clonagem e tecnologia do DNA recombinante.
12. Questões de Aplicações de biotecnologia na produção de alimentos, fármacos e componentes biológicos.
13. Questões de Aplicações de tecnologias relacionadas ao DNA a investigações científicas, determinação da paternidade, investigação criminal e identificação de indivíduos.
14. Questões de Aspectos éticos relacionados ao desenvolvimento biotecnológico.
15. Questões de Biotecnologia e sustentabilidade.
16. Questões de Hereditariedade e diversidade da vida \u2013 Princípios básicos que regem a transmissão de características hereditárias.
17. Questões de Concepções pré-mendelianas sobre a hereditariedade.
18. Questões de Aspectos genéticos do funcionamento do corpo humano.
19. Questões de Antígenos e anticorpos.
20. Questões de Grupos sanguíneos, transplantes e doenças autoimunes.
21. Questões de Neoplasias e a influência de fatores ambientais.
22. Questões de Mutações gênicas e cromossômicas.
23. Questões de Aconselhamento genético.
24. Questões de Fundamentos genéticos da evolução.
25. Questões de Aspectos genéticos da formação e manutenção da diversidade biológica.
26. Questões de Identidade dos seres vivos \u2013 Níveis de organização dos seres vivos.
27. Questões de Vírus, procariontes e eucariontes.
28. Questões de Autótrofos e heterótrofos.
29. Questões de Seres unicelulares e pluricelulares.
30. Questões de Sistemática e as grandes linhas da evolução dos seres vivos.
31. Questões de Tipos de ciclo de vida.
32. Questões de Evolução e padrões anatômicos e fisiológicos observados nos seres vivos.
33. Questões de Funções vitais dos seres vivos e sua relação com a adaptação desses organismos a diferentes ambientes.
34. Questões de Embriologia, anatomia e fisiologia humana.
35. Questões de Evolução humana.
36. Questões de Biotecnologia e sistemática.
37. Questões de Ecologia e ciências ambientais \u2013 Ecossistemas.
38. Questões de Fatores bióticos e abióticos.
39. Questões de Habitat e nicho ecológico.
40. Questões de A comunidade biológica: teia alimentar, sucessão e comunidade clímax.
41. Questões de Dinâmica de populações.
42. Questões de Interações entre os seres vivos.
43. Questões de Ciclos biogeoquímicos.
44. Questões de Fluxo de energia no ecossistema.
45. Questões de Biogeografia.
46. Questões de Biomas brasileiros.
47. Questões de Exploração e uso de recursos naturais.
48. Questões de Problemas ambientais: mudanças climáticas, efeito estufa; desmatamento; erosão; poluição da água, do solo e do ar.
49. Questões de Conservação e recuperação de ecossistemas.
50. Questões de Conservação da biodiversidade.
51. Questões de Tecnologias ambientais.
52. Questões de Noções de saneamento básico.
53. Questões de Noções de legislação ambiental: água, florestas, unidades de conservação; biodiversidade.
54. Questões de Origem e evolução da vida \u2013 A biologia como ciência: história, métodos, técnicas e experimentação.
55. Questões de Hipóteses sobre a origem do Universo, da Terra e dos seres vivos.
56. Questões de Teorias de evolução.
57. Questões de Explicações pré-darwinistas para a modificação das espécies.
58. Questões de A teoria evolutiva de Charles Darwin.
59. Questões de Teoria sintética da evolução.
60. Questões de Seleção artificial e seu impacto sobre ambientes naturais e sobre populações humanas.
61. Questões de Qualidade de vida das populações humanas \u2013 Aspectos biológicos da pobreza e do desenvolvimento humano.
62. Questões de Indicadores sociais, ambientais e econômicos.
63. Questões de Índice de desenvolvimento humano.
64. Questões de Principais doenças que afetam a população brasileira: caracterização, prevenção e profilaxia. Noções de primeiros socorros.
65. Questões de Doenças sexualmente transmissíveis.
66. Questões de Aspectos sociais da biologia: uso indevido de drogas; gravidez na adolescência; obesidade.
67. Questões de Violência e segurança pública.
68. Questões de Exercícios físicos e vida saudável.
69. Questões de Aspectos biológicos do desenvolvimento sustentável.
70. Questões de Legislação e cidadania.


* Nem todos os assuntos serão abordados neste simulado de prova e questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4.
18 alunos já responderam este simulado.
(1,0) 1 -

Para evitar o desmatamento da Mata Atlântica nos arredores da cidade de Amargosa, no Recôncavo da Bahia, o Ibama tem atuado no sentido de fiscalizar, entre outras, as pequenas propriedades rurais que dependem da lenha proveniente das matas para a produção da farinha de mandioca, produto típico da região. Com isso, pequenos produtores procuram alternativas como o gás de cozinha, o que encarece a farinha. 

Uma alternativa viável, em curto prazo, para os produtores de farinha em Amargosa, que não cause danos à Mata Atlântica nem encareça o produto é a

a)

construção, nas pequenas propriedades, de grandes fornos elétricos para torrar a mandioca.

b)

plantação, em suas propriedades, de árvores para serem utilizadas na produção de lenha.

c)

permissão, por parte do Ibama, da exploração da Mata Atlântica apenas pelos pequenos produtores.

d)

construção de biodigestores, para a produção de gás combustível a partir de resíduos orgânicos da região.

e)

coleta de carvão de regiões mais distantes, onde existe menor intensidade de fiscalização do Ibama.

(1,0) 2 -

Belém é cercada por 39 ilhas, e suas populações convivem com ameaças de doenças. O motivo, apontado por especialistas, é a poluição da água do rio, principal fonte de sobrevivência dos ribeirinhos. A diarreia é frequente nas crianças e ocorre como consequência da falta de saneamento básico, já que a população não tem acesso à água de boa qualidade. Como não há água potável, a alternativa é consumir a do rio. 
O Liberal. 8 jul. 2008. Disponível em: http://www.oliberal.com.br. 

O procedimento adequado para tratar a água dos rios, a fim de atenuar os problemas de saúde causados por microrganismos a essas populações ribeirinhas é a

a)

filtração.

b)

cloração.

c)

coagulação.

d)

fluoretação.

e)

decantação.

(1,0) 3 -

O vírus do papiloma humano (HPV, na sigla em inglês) causa o aparecimento de verrugas e infecção persistente, sendo o principal fator ambiental do câncer de colo de útero nas mulheres. O vírus pode entrar pela pele ou por mucosas do corpo, o qual desenvolve anticorpos contra a ameaça, embora em alguns casos a defesa natural do organismo não seja suficiente. Foi desenvolvida uma vacina contra o HPV, que reduz em até 90% as verrugas e 85,6% dos casos de infecção persistente em comparação com pessoas não vacinadas. 
Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 12 jun. 2011. 

O benefício da utilização dessa vacina é que pessoas vacinadas, em comparação com as não vacinadas, apresentam diferentes respostas ao vírus HPV em decorrência da

a)

alta concentração de macrófagos.

b)

elevada taxa de anticorpos específicos anti-HPV circulantes.

c)

aumento na produção de hemácias após a infecção por vírus HPV.

d)

rapidez na produção de altas concentrações de linfócitos matadores.

e)

presença de células de memória que atuam na resposta secundária.

(1,0) 4 -

No processo de industrialização da mamona, além do óleo que contém vários ácidos graxos, é obtida uma massa orgânica, conhecida como torta de mamona. Esta massa tem potencial para ser utilizada como fertilizante para o solo e como complemento em rações animais devido a seu elevado valor proteico. No entanto, a torta apresenta compostos tóxicos e alergênicos diferentemente do óleo da mamona. Para que a torta possa ser utilizada na alimentação animal, é necessário um processo de descontaminação. 
Revista Química Nova na Escola. V. 32, no 1, 2010 (adaptado). 

A característica presente nas substâncias tóxicas e alergênicas, que inviabiliza sua solubilização no óleo de mamona, é a

a)

lipofilia.

b)

hidrofilia.

c)

hipocromia.

d)

cromatofila.

e)

hiperpolarização.

(1,0) 5 -

O controle biológico, técnica empregada no combate a espécies que causam danos e prejuízos aos seres humanos, é utilizado no combate à lagarta que se alimenta de folhas de algodoeiro. Algumas espécies de borboleta depositam seus ovos nessa cultura. A microvespa Trichogramma sp. introduz seus ovos nos ovos de outros insetos, incluindo os das borboletas em questão. Os embriões da vespa se alimentam do conteúdo desses ovos e impedem que as larvas de borboleta se desenvolvam. Assim, é possível reduzir a densidade populacional das borboletas até níveis que não prejudiquem a cultura. 

A técnica de controle biológico realizado pela microvespa Trichogramma sp. consiste na

a)

introdução de um parasita no ambiente da espécie que se deseja combater.

b)

introdução de um gene letal nas borboletas, a fim de diminuir o número de indivíduos.

c)

competição entre a borboleta e a microvespa para a obtenção de recursos.

d)

modificação do ambiente para selecionar indivíduos melhor adaptados.

e)

aplicação de inseticidas a fim de diminuir o número de indivíduos que se deseja combater.

(1,0) 6 -

A cal (óxido de cálcio, CaO), cuja suspensão em água é muito usada como uma tinta de baixo custo, dá uma tonalidade branca aos troncos de árvores. Essa é uma prática muito comum em praças públicas e locais privados, geralmente usada para combater a proliferação de parasitas. Essa aplicação, também chamada de caiação, gera um problema: elimina microrganismos benéficos para a árvore. 
Disponível em: http://super.abril.com.br. Acesso em: 1 abr. 2010 (adaptado). 

A destruição do microambiente, no tronco de árvores pintadas com cal, é devida ao processo de

a)

difusão, pois a cal se difunde nos corpos dos seres do microambiente e os intoxica.

b)

osmose, pois a cal retira água do microambiente, tornando-o inviável ao desenvolvimento de microrganismos.

c)

oxidação, pois a luz solar que incide sobre o tronco ativa fotoquimicamente a cal, que elimina os seres vivos do microambiente.

d)

aquecimento, pois a luz do Sol incide sobre o tronco e aquece a cal, que mata os seres vivos do microambiente.

e)

vaporização, pois a cal facilita a volatilização da água para a atmosfera, eliminando os seres vivos do microambiente.

(1,0) 7 -

Nos dias de hoje, podemos dizer que praticamente todos os seres humanos já ouviram em algum momento falar sobre o DNA e seu papel na hereditariedade da maioria dos organismos. Porém, foi apenas em 1952, um ano antes da descrição do modelo do DNA em dupla hélice por Watson e Crick, que foi confirmado sem sombra de dúvidas que o DNA é material genético. No artigo em que Watson e Crick descreveram a molécula de DNA, eles sugeriram um modelo de como essa molécula deveria se replicar. Em 1958, Meselson e Stahl realizaram experimentos utilizando isótopos pesados de nitrogênio que foram incorporados às bases nitrogenadas para avaliar como se daria a replicação da molécula. A partir dos resultados, confirmaram o modelo sugerido por Watson e Crick, que tinha como premissa básica o rompimento das pontes de hidrogênio entre as bases nitrogenadas. 
GRIFFITHS, A. J. F. e t al. Introdução à Genética. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. 

Considerando a estrutura da molécula de DNA e a posição das pontes de hidrogênio na mesma, os experimentos realizados por Meselson e Stahl a respeito da replicação dessa molécula levaram à conclusão de que

a)

a replicação do DNA é conservativa, isto é, a fita dupla filha é recém-sintetizada e o filamento parental é conservado.

b)

a replicação de DNA é dispersiva, isto é, as fitas filhas contêm DNA recém-sintetizado e parentais em cada uma das fitas.

c)

a replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita parental e uma recém-sintetizada.

d)

a replicação do DNA é conservativa, isto é, as fitas filhas consistem de moléculas de DNA parental.

e)

a replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita molde e uma fita codificadora.

(1,0) 8 -

Em 1999, a geneticista Emma Whitelaw desenvolveu um experimento no qual ratas prenhes foram submetidas a uma dieta rica em vitamina B12, ácido fólico e soja. Os filhotes dessas ratas, apesar de possuírem o gene para obesidade, não expressaram essa doença na fase adulta. A autora concluiu que a alimentação da mãe, durante a gestação, silenciou o gene da obesidade. Dez anos depois, as geneticistas Eva Jablonka e Gal Raz listaram 100 casos comprovados de traços adquiridos e transmitidos entre gerações de organismos, sustentando, assim, a epigenética, que estuda as mudanças na atividade dos genes que não envolvem alterações na sequência do DNA. 
A reabilitação do herege. Época, n° 610, 2010 (adaptado). 

Alguns cânceres esporádicos representam exemplos de alteração epigenética, pois são ocasionados por

a)

aneuploidia do cromossomo sexual X.

b)

polipoidia dos cromossomos autossômicos.

c)

mutação em genes autossômicos com expressão dominante.

d)

substituição no gene da cadeia beta da hemoglobina.

e)

inativação de genes por meio de modificações nas bases nitrogenadas.

(1,0) 9 -

Um instituto de pesquisa norte-americano divulgou recentemente ter criado uma “célula sintética” , uma bactéria chamada de Mycoplasma mycoides. Os pesquisadores montaram uma sequência de nucleotídeos, que formam o único cromossomo dessa bactéria, o qual foi introduzido em outra espécie de bactéria, a Mycoplasma capricolum. Após a introdução, o cromossomo da M. capricolum foi neutralizado e o cromossomo artificial da M. mycoidescomeçou a gerenciar a célula, produzindo suas proteínas. GILBSON e t al. Creation o f a Bacterial Cell Controlled by a Chemically synthesized Genome. Science v. 329, 2010 (adaptado). 

A importância dessa inovação tecnológica para a comunidade científica se deve à

a)

possibilidade de sequenciar os genomas de bactérias para serem usados como receptoras de cromossomos artificiais.

b)

capacidade de criação, pela ciência, de novas formas de vida, utilizando substâncias como carboidratos e lipídios.

c)

possibilidade de produção em massa da bactéria Mycoplasma capricolum para sua distribuição em ambientes naturais.

d)

possibilidade de programar geneticamente microrganismos ou seres mais complexos para produzir medicamentos, vacinas e combustíveis.

e)

capacidade da bactéria Mycoplasma capricolum de expressar suas proteínas na bactéria sintética e estas serem usadas na indústria.

(1,0) 10 -

Os sintomas mais sérios da Gripe A, causada pelo vírus H1N1, foram apresentados por pessoas mais idosas e por gestantes. O motivo aparente é a menor imunidade desses grupos contra o vírus. Para aumentar a imunidade populacional relativa ao vírus da gripe A, o governo brasileiro distribuiu vacinas para os grupos mais suscetíveis. 

A vacina contra o H1N1, assim como qualquer outra vacina contra agentes causadores de doenças infecto- contagiosas, aumenta a imunidade das pessoas porque 

a)

possui anticorpos contra o agente causador da doença.

b)

possui proteínas que eliminam o agente causador da doença.

c)

estimula a produção de glóbulos vermelhos pela medula óssea.

d)

possui linfócitos B e T que neutralizam o agente causador da doença.

e)

estimula a produção de anticorpos contra o agente causador da doença.

Marcadores

Prova ENEM - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 - Questões e Simulados - Marcador Verde Favorita
Prova ENEM - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 - Questões e Simulados - Marcador Azul Dúvida
Prova ENEM - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 - Questões e Simulados - Marcador Amarelo Acompanhar
Prova ENEM - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 - Questões e Simulados - Marcador Vermelho Polêmica
Prova ENEM - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 - Questões e Simulados - Marcador Laranja  Prova ENEM - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Biologia (ENEM) 4 - Questões e Simulados - Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
507.927 Alunos | 4.244 Simulados | 47.286 Questões | 12.846 Comentários

Copyright © Simulado Brasil Concurso - 2011 - 2018 - Todos os direitos reservados.

⇑ topo